Amamentar


Desde que engravidei tinha muito claro comigo o quanto queria amamentar, li, estudei, fiz curso de gestante e me enchi de informações para tornar o momento o mais tranquilo possível.

Antes do parto conversei com o Pediatra e comentei que queria ter a minha golden Hour, que se estivesse tudo bem que eu pudesse ter meu filho mamando em seguida ao seu nascimento e assim aconteceu

Ele nasceu, pude sentir seu cheirinho, depois em seguida já mamou e foi tão mágico como deve ser

Aí vieram os primeiros dias e a magia fica um pouco de lado porque amamentar de fácil não tem nada e pra tornar o momento prazeiroso demorou um tempo

Ainda no hospital tive a ajuda das enfermeiras que estavam o tempo todo ligadas na pega e no apoio do braço, falavam para relaxar e ao mesmo tempo favorecer a pega do bebê, me mostraram como formar o bico e explicavam que o bebê deve ficar de frente pra mãe para tornar mais fácil e também me mostraram diferentes posições para o bebê mamar

Muita informação em pouco tempo, com muita cobrança, tentar fazer tudo isso com um bebezinho que não sustenta o próprio pescoço e uma mãe recém nascida, não foi uma tarefa fácil, tive dificuldade sim e me esforcei muito.

No início só conseguia dar Tetê pra ele na posição invertida, pois assim conseguia controlar a cabecinha dele e pegar o peito para o acoplamento ficar melhor, tinha que ficar fazendo estímulos para ele mamar mais e não dormir.

os dias foram passando com isso veio assaduras por estimular um local que antes não passava por isso, doía, muito, chorava e pensava vai melhorar. Persistia

Tive ajuda de uma consultora de amamentação que também fez a diferença para o sucesso dessa jornada, ela veio em casa, olhou a pega, me tranquilizava, me mostrou outras posições que poderia amamentar

E aí tudo foi fluindo, a dor foi desaparecendo e se tornou nosso momento tão intenso, tão cheio de amor.

Sigo amamentando até hoje meu filho com 1 ano e 10 meses e nesse tempo já passamos por vários desafios e conseguimos superar todos eles (início, nascimento dos dentinhos, mastites, confusão de bico)

Algumas dicas pra você que deseja amamentar:

* leia, estude, se encha de informação de qualidade, o sucesso da amamentação dependerá muito de você e da sua persistência

* Saiba que todo e qualquer bico artificial pode levar a confusão de bicos ou desmame precoce e isso pode ocorrer em qualquer fase da amamentação (por aqui passamos por uma confusão de bicos com 1 ano e 6 meses)

* Procure ajuda especializada e pró amamentação, eles poderão te ajudar com pega correta, dúvidas de ganho de peso

* Beba muita água

* Durma sempre e quando puder, as madrugadas pode ser que você precise levantar várias vezes então descanse toda hora que for possível

* Existem vários momentos que seu filho irá acordar muitas vezes e passará o dia todo no peito, isso não significa que seu leite é fraco

* Converse com outras mães na mesma situação que você, isso ajuda tanto!


Comprovado que o leite materno é o melhor alimento do mundo para os bebês, mas amamentar tem muitas dificuldades e essa matéria não é pra criticar quem não conseguiu, juro que eu entendo, eu mesma já pensei em desistir muitas e muitas vezes, a ideia é incentivar e assim levar ouro líquido pra maior parte dos bebês.






mamâe e bebê

Sou a mãe do Nicolas, não tem nada que me descreva melhor do que isso. Sou também fisioterapeuta, especialista em neurologia e instrutora de pilates.

Hoje em dia sou mãe em período integral, tenho ele comigo 24 horas por dia, ele me acompanha em todas as minhas outras funções, que são administrar um estúdio de pilates, o Studio KaPri e ser fisioterapeuta, minha outra grande paixão. 

© Copyright – 2018 Materhood.     Todos os direitos reservados.