mamâe e bebê

Sou a mãe do Nicolas, não tem nada que me descreva melhor do que isso. Sou também fisioterapeuta, especialista em neurologia e instrutora de pilates.

Hoje em dia sou mãe em período integral, tenho ele comigo 24 horas por dia, ele me acompanha em todas as minhas outras funções, que são administrar um estúdio de pilates, o Studio KaPri e ser fisioterapeuta, minha outra grande paixão. 

© Copyright – 2018 Materhood.     Todos os direitos reservados.

Parto diferente do sonhado - relato de caso

Hoje quem vem contar sua história é a Taiana, ela teve uma frustração muito grande quando seu parto não ocorreu conforme o sonhado, mas no final tudo valeu a pena porque a Alice nasceu cheia de saúde.

"Meu nome é Taiana tenho 28 anos e uma filha de 5 meses.

Fui tentante por um período, não conseguia engravidar de jeito nenhum até que comecei um tratamento e no primeiro mês já consegui engravidar ❤

A gestação em si foi tranquila eu fazia caminhadas, fiquei super ativa durante os 9 meses por ler os benefícios que traria para o parto normal.

Minha dpp estava para o dia 13 de maio, mas o meu obstetra falava que talvez no final de abril no máximo comecinho de maio minha filha já teria nascido.

Assim eu preparei tudo antes e fiquei aguardando o trabalho de parto acontecer. Passou abril, chegou início de maio e nada. Chegou dia 13 de maio e eu fiquei super empolgada achando que aquele era o dia D e de novo a frustração nem um sinal e assim foi até o dia 20 de maio (41 semanas) quando fui orientada a me internar pra iniciar o processo de indução.

No mesmo dia colocaram o primeiro comprimido e informaram que de 4 em 4 horas o processo se repetiria. Mas passadas as 4 horas ninguém voltou.

Quando anoiteceu vieram me informar que a maternidade estava com um problema e que meu processo de indução só seria continuado no dia seguinte.

41+1 (21 de maio) comecei o dia passando por exames de cardiotoco, verificação da pressão, estava tudo bem e de hora em hora esses exames se repetiam mas nada do médico vir aplicar o segundo comprimido. Eu andava a maternidade de cima a baixo pra tentar ativar o parto e nada. 20 horas fui informada novamente que o processo de indução ficaria pro dia seguinte, ali meu emocional foi pro chão, eu estava cansada, com dor, frustada, eu via as mães que entraram junto comigo com seus bebês e a minha não.

41+2 (22 de maio) De novo iniciei o dia com os exames de cardiotoco e pressão mas algo deu errado. O coração da minha filha estava batendo diferente, fraquinho e em intervalos quase não batia. Eu via que as enfermeiras se olhavam com um ar de preocupação, mas me falavam que era o aparelho que estava com defeito. Saíram do quarto e não demorou uma médica entrou pedindo pra eu ter calma mas que pro meu bem e da minha filha tínhamos q ir pra sala de cirurgia pra uma cesárea.

E assim aconteceu. 12:25 do dia 22 de maio de 2018 minha vida veio ao mundo. E eu esqueci de tudo que tinha passado porque ela nasceu cheia de saúde e eu só queria ela nos meus braços ❤

Ps: na hora da cirurgia eles descobriram que minha bolsa estava vazia (bolsa rota), mas eu não percebi porque em nenhum momento tive uma perda considerável de líquido. Ia ao banheiro normalmente e não via nenhuma diferença.

Enfim essa é minha história!" Obrigada Taiana por dividir sua vivência conosco e parabéns pela sua pequena saudável ai do seu lado.


E por ai, como foi seu parto? aconteceu diferente do planejado? ou como planeja que seja? Nos envie sua história, com certeza teremos mais mamães que vão se identificar com ela e pode ajudar em algum momento